Conheça a Bossa Nova: o ritmo que está encantando os idols sul-coreanos

A Bossa Nova foi um movimento da música popular brasileira que surgiu no final dos anos 50, caracterizado por forte influência do samba carioca e do jazz norte-americano.
Bossa nova

Em 16 de julho de 1920 nascia Elizeth Cardoso, brasileira, cantora, mãe solo e uma das vozes pioneiras da Bossa Nova. Assim, aproveitando a comemoração dos 101 anos desde o seu nascimento e a crescente onda do gênero musical na Coreia do Sul, trazemos um especial para conhecer a Bossa Nova.

Afinal, o que é a Bossa Nova?

Bossa nova é o termo pelo qual ficou conhecido um movimento de renovação do samba irradiado a partir da Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro no final da década de 1950 e que, por conseguinte, passou a dar nome ao estilo de interpretação e acompanhamento rítmico dele surgido, que ficou conhecido como “batida diferente”.

De acordo com o musicólogo Gilberto Mendes, a vertente era uma das “três fases rítmicas do samba”, na qual a “batida” da bossa havia sido extraída a partir do “samba de raiz”. Segundo o jornalista Ruy Castro, era “uma simplificação extrema da batida da escola de samba”, como se dela tivessem sido retirados todos os instrumentos e conservado apenas o tamborim.

Elizeth Cardoso

O ponto de partida

O marco inicial da bossa nova é o samba “Chega de Saudade” (de autoria de Tom Jobim e Vinicius de Moraes), lançado originalmente por Elizeth Cardoso em 1958 e, logo depois, por João Gilberto, que tocou violão em ambas as gravações. Paralelamente a isso, o pianista e vocalista Johnny Alf, desde a gravação de “Rapaz de bem”, canção marcada pela influência do jazz, também se tornava um dos pioneiros da renovação do samba naquele momento.

Em seguida, no ano de 1959, com o LP “Chega de Saudade”, Gilberto consolidaria esse novo estilo de tocar que alterava as harmonias com a introdução de acordes não convencionais — como antes já realizavam violonistas como Garoto, Vadico, Oscar Bellandi, entre outros — e uma sincopação do samba inovadora a partir de uma divisão única realizada sobre sambas tradicionais como “Rosa morena” (de Dorival Caymmi), “Morena boca de ouro”, de Ary Barroso, “Aos pés da cruz” (de Marino Pinto e Zé da Zilda) e “É luxo só” (de Ary Barroso e Luís Peixoto).

Bossa nova Tom Jobim e Vinicius de Moraes

Tom Jobim e Vinicius de Moraes

A partir da década de 1960, o samba de bossa nova consolidou-se definitivamente no cenário musical do Brasil. Onde se destacaram, além de Gilberto e da dupla Tom e Vinícius, nomes como Newton Mendonça, Billy Blanco, Aloysio de Oliveira, Baden Powell, Oscar Castro Neves, Carlos Lyra, Ronaldo Bôscoli, Roberto Menescal, Sérgio Mendes, César Camargo Mariano, Airto Moreira, Eumir Deodato, Milton Banana, João Donato, entre vários outros. Além disso, houve o surgimento de inúmeros conjuntos vocais, como Os Cariocas, ou instrumentais, como Bossa Três, Tamba Trio, Bossa Rio, Copa 5, Sambalanço Trio, Os Catedráticos, entre outros. Foi nesse mesmo momento que o estilo experimentou uma projeção internacional em escala jamais vista com outra vertente da música popular brasileira.

Em 1962, o saxofonista Stan Getz em conjunto com o guitarrista Charlie Byrd lançaram o LP “Jazz Samba”. Assim, chamando a atenção do meio musical nos Estados Unidos para a bossa nova. Naquele mesmo ano, um concerto no Carnegie Hall de Nova York, que reuniu Tom Jobim e João Gilberto, entre outros, abriu de vez as portas do mundo para o estilo.

Made in Rio

A Bossa Nova é um gênero musical com origem 100% carioca. Ela surgiu na década de 1950, do encontro de amigos, todos músicos, boêmios e moradores da zona sul do Rio de Janeiro. Amigos esses que se reuniam na casa de Nara Leão para tocar música, criar sonoridade e curtir a vida.

Dessa profusão de talentos e ideias é que começou a se formar um novo movimento, autointitulado de “samba sessions”, em referência à experimentação que resultou do samba com as influências do jazz dos Estados Unidos.

Como todo movimento inovador, a criação da Bossa Nova fez parte de um processo amplo de transformações econômicas, políticas, sociais e culturais, como a expansão urbana brasileira, a modernização das cidades, a industrialização, a efervescência intelectual e o crescimento da classe média principalmente no Sudeste.

Rio de Janeiro | Pexels

História da Bossa Nova

A bossa nova desponta em meio ao processo de urbanização e industrialização no Brasil, no governo de Juscelino Kubitschek (1902-1976).

Nessa época, estavam em vigor o Plano de Metas e a Política Desenvolvimentista, realçados pelo lema “cinquenta anos em cinco”, que tinha como propósito o crescimento econômico do país.

O movimento surge entre músicos jovens da classe média carioca, que se reuniam com o intuito de experimentar e inovar nas composições.

Em 1958, o lançamento do compacto de João Gilberto, um dos maiores representantes da bossa nova, consolida o estilo musical.

Bossa nova joão gilberto
João Gilberto

 

O movimento da Bossa Nova durou pouco mais de uma década, terminando em 1966.

Posteriormente, aparece outro estilo, a MPB (Música Popular Brasileira), que valoriza e se referencia na bossa nova.

Importante ressaltar que o término do movimento não significou o fim da criação musical seguindo essa linha, uma vez que muitos compositores e músicos atualmente buscam unir os tons melódicos e o samba brasileiro.



Origem do termo “Bossa nova”

O termo “Bossa” foi utilizado pela primeira vez numa canção composta por Noel Rosa, Coisas Nossas, na década de 1930. Na letra, Noel diz: “O samba, a prontidão e outras bossas, são coisas nossas”.

A expressão era uma gíria utilizada para se referir a um “jeito de fazer as coisas”. Dessa forma, os artistas se apropriaram do termo “bossa nova” para sugerir que estavam compondo e cantando de uma nova maneira.

Foto: Tais Helena de Carvalho | Unsplash

Características e músicas da Bossa Nova

O grande diferencial desse estilo era a letra descompromissada, que tratava de temas do cotidiano da classe média do Rio de Janeiro e também abordava poeticamente os elementos da natureza, com a praia, a chuva e o sol.

Em termos musicais, as marcas são o ritmo suave e calmo, a melodia leve e o modo de cantar que se situava entre o canto e a fala, com tonalidade suave e linguagem informal – quase que um “bate-papo. Apesar dessa simplicidade toda, a bossa evoluiu tecnicamente a produção nacional.

As características da Bossa Nova podem ser apontadas como:

  • tom coloquial na voz;
  • temas cotidianos;
  • voz mais baixa, quase como sussurros;
  • harmonias de samba;
  • invenções melódicas de jazz.

Uma das músicas mais marcantes desse movimento, e que ficou conhecida mundialmente, é Garota de Ipanema, composta por Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim em 1962.

A história da canção é verídica, inspirada na modelo brasileira Helô Pinheiro, a moça bonita que passava na orla da praia de Ipanema no Rio de Janeiro.

Além dessa, a música Chega de Saudade, também composta pela dupla Tom e Vinícius, marcou época.

Vale lembrar que a canção que assinalou o fim do movimento da Bossa Nova no Brasil é Arrastão, de Vinícius de Moraes e Edu Lobo.

Outras músicas que fizeram muito sucesso na época e são importantes obras brasileiras: Eu Sei Que Vou Te Amar, Se Todos Fossem Iguais a Você, Águas de março, Samba de uma nota só, O barquinho, Desafinado, Outra Vez, Coisa mais linda, Corcovado, Insensatez, Maria Ninguém, O Pato, Lobo Bobo, Saudade fez um Samba, dentre outras.

Ouça agora:



A Bossa Nova no Kpop

Monsta X e Twice lançaram recentemente músicas incorporando o gênero musical brasileiro e até o grupo BTS já expressou seu desejo de também fazer algo com Bossa Nova.

No último álbum do grupo Monsta X, ‘One of a Kind’, a música ‘Heaven’, produzida pelo rapper do grupo Joohoney, é no estilo brasileiro. Em entrevista para o Grammy, Joohoney fala sobre a faixa:

“Eu acho que há uma necessidade de novos desafios em cada álbum. Eu estive na bossa nova recentemente, nós fomos ao Brasil quando estávamos em turnê e eu estudei junto com muitos outros gêneros. Estava pensando sobre o que Monbebes gostaria de ouvir, então incluí no álbum. Quero que nossos fãs no Brasil cantem junto, porque eles podem se identificar com esse gênero específico.”

O grupo feminino Twice também retornou recentemente com o álbum ‘Taste of Love’ e com a música título ‘Alcohol-free’ que é no estilo Bossa Nova. A música foi escrita pelo cantor e produtor JYP.

Durante a live premiere de lançamento do álbum, a Nayeon explicou sobre a música título:

“A canção-título “Alcohol-Free” é uma canção no estilo da Bossa Nova. A apaixonada Bossa Nova encontra a energia animada de TWICE, quando está muito quente, uma boa escolha de música pode ir longe.”



O grupo BTS também demonstrou querer fazer músicas no gênero musical. Em entrevista para a Amazon Music o grupo demonstrou estar aberto à novos ritmos musicais, como a Bossa Nova.

Na entrevista, Suga falou:

“Eu deveria escrever para você uma bossa nova”.

V diz em seguida:

“Ele me me disse que vai escrever uma bossa nova para mim“.

Assista ao vídeo do momento abaixo:

Anteriormente outros cantores sul-coreanos já exploraram o ritmo em suas canções, como a cantora IU no álbum ‘Modern Times – Epilogue’, confira:

O grupo Mamamoo em ‘Words Don’t Come Easy’:

Moonbyul do Mamamoo com a Seulgi do Red Velvet em ‘Selfish’:

O produtor NaiidN também lançou recentemente uma música no gênero, chamava ‘To You’.

‘To You’ é uma música que expressa a saudade e o arrependimento pela pessoa que te deixou, mas com muita calma e suavidade através de um arranjo no estilo bossa nova.

NaiidN escreveu e compôs as letras, e o músico bielorrusso Mikael Carnevali participou da apresentação com um total de três violões reais, incluindo um violão e um violão de náilon. A vocalista Somda participou do recurso vocal, aumentando ainda mais a perfeição da música .

NaiidN acrescentou:

“Espero que a  história de despedida contada ao ritmo da bossa nova que vai bem com a estação do verão seja compreendida e confortada por muitas pessoas neste verão”.

O grupo Bruna Bossa Nova que tem como integrante a cantora e instrumentista Somda também sempre lança musicas no estilo, confira:

 

 

 

O ritmo nascido no calor carioca agora embala também o verão sul-coreano. O que acham? Já conheciam a Bossa Nova? Conta pra gente!!

Se souberem de outros cantores/grupos que fizeram músicas com o ritmo manda pra gente também!

E por fim, parabéns Elizeth Cardoso! Que o nosso lindo Brasil siga sendo inspiração para o mundo!!

 



 

Fontes: (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) | Foto: Divulgação

Was this helpful?

Website | + posts

Tenho 27 anos, moro em São Paulo e sou designer gráfico e estudante de ciências sociais. Sou apaixonada por música, livros, séries, viagens e amo comida asiática! Você pode saber mais sobre mim em: https://www.behance.net/daniele-almeida 🙂

Comentários

Siga-nos

Newsletter

Categorias

Facebook

Twitter

Instagram

Quizzes

Quizzes

Siga-nos

Newsletter

Categorias

Facebook

Twitter