Copa da Ásia: Catar e Irã se garantem na próxima fase, o favorito Japão é eliminado

Na definição dos outros dois classificados, a favorita seleção japonesa foi eliminada pelo Irã, no outro jogo, o Catar passou no sufoco

Neste sábado, dia 03 de fevereiro, foram definidas as duas últimas seleções da semifinal da Copa da Ásia, com o destaque para a eliminação da forte seleção do Japão, em jogo disputado contra o Irã, na outra partida o Uzbequistão deu trabalho para o anfitrião Catar, que passou nos pênaltis.

Favoritos ao título, o Japão foi superado nos acréscimos pelo Irã |Foto: Divulgação / Instagram @japanfootballassociation

Irã e Japão fizeram boa partida pela vaga nas semifinais, os japoneses que vinham mostrando grande futebol nos últimos meses, tiveram dificuldades, principalmente na defesa, no decorrer da competição e foram as falhas defensivas que construíram a história do jogo.

Se aproveitando das fragilidades da defesa dos “samurais azuis”, o Irã construiu boas jogadas de ataque e incomodou o goleiro Zion Suzuki nos primeiros minutos de jogo, mas sem o craque do time, Mehdi Taremi, expulso contra a Síria, o time iraniano teve dificuldades para abrir o marcador.

Quando conseguiu “se acertar” no jogo, o Japão criou jogadas tocando a bola, também se aproveitando de erros dos defensores iranianos, e depois de levar sustos na defesa, conseguiu abrir o placar aos 28 minutos, quando Hidemasa Morita conduziu a bola e ao se livrar da defesa finalizou, o goleiro Beiranvand saiu mal e desviou para o próprio gol, 1×0.

Os iranianos demoraram para reagir, e foi Saman Ghoddos, que na ausência do principal jogador do time, “infernizou” a defesa japonesa, estando lá para aproveitar quase todos os erros, ele quase empatou o jogo aos 38, quando Itakura tentou cortar de cabeça, caiu e a bola sobrou para um chute cruzado que passou ao lado da trave defendida por Suzuki.

No fim do primeiro tempo, o Irã chegou novamente, quando Ghoddos recebeu na lateral esquerda, levou para a linha de fundo e cruzou na grande área, a bola passou na frente do goleiro japonês, e Azmoun não conseguiu chegar a tempo para desviar para as redes.

Morita comemorando seu gol contra o Irã |Foto: Divulgação / Instagram @japanfootballassociation

No início do segundo tempo, o Irã ficou perto de empatar outra vez, quando em jogada em profundidade Azmoun dominou e finalizou para ótima defesa de Suzuki, que evitou o gol adversário, que estava impedido.

Os japoneses responderam também em jogada de profundidade, quando a bola foi lançada para a grande área, Ayase Ueda desviou para o gol, mas a bola passou por cima do travessão.

A insistência dos iranianos e as falhas defensivas dos japoneses mudaram o panorama do jogo logo aos 9 minutos do segundo tempo, quando o goleiro Suzuki recebeu a bola, deu um chutão, a bola foi recuperada no meio de campo, tocada para Azmoun, que dominou, girou, tocou a bola para Mohebi que bateu na saída do goleiro, 1×1.

Após o gol, o Irã dominou as ações e chegou outras vezes no ataque, mas sem conseguir ampliar, até que nos minutos finais, quando parecia que o jogo iria para a prorrogação, a bola foi novamente lançada na área, os zagueiros japoneses, Itakura e Tomiyasu, erraram o tempo da bola, que passou entre os dois, em uma falha bizarra e incomum, e sobrou nos pés de Kanaani, que antes de finalizar foi derrubado por Itakura.

Alireza Jahanbakhsh marcou o gol da vitória do Irã |Foto: Divulgação / Instagram @iran_football_federation

O árbitro da partida, o chinês Ning Ma marcou o pênalti a favor do Irã, na cobrança, Jahanbakhsh bateu forte no canto esquerdo de Suzuki, não dando chances de defesa ao jovem arqueiro japonês, 2×1, garantindo a permanência de sua seleção no torneio.

Na outra partida do dia, o Catar eliminou a seleção do Uzbequistão e se garantiu na próxima fase, apesar de favorita, a equipe anfitriã teve muitas dificuldades diante da boa e surpreendente equipe uzbeque.

Seleção uzbeque fez bom jogo, mas parou em ótima partida do goleiro catari |Foto: Divulgação / Instagram @uzbekistanfa

O jogo foi frenético, com chances dos dois lados, mas com a seleção catari chegando primeiro ao ataque, a bola foi lançada para o destaque do time, Akram Afif , que bateu no canto esquerdo, para defesa do goleiro Utkir Yusupov

Aos 26 minutos de jogo, após bons toques de bola na lateral direita, o capitão Hassan Al Haydos recebeu na linha de fundo, bateu no canto direito, o goleiro Yusupov se atrapalhou e desviou para o próprio gol, 1×0.

Após os 30 minutos de partida os uzbeques melhoraram, e só não empataram porque os defensores da seleção do Catar conseguiram evitar que a bola chegasse ao gol do goleiro Meshaal Aissa Barsham.

No fim da primeira etapa, os “marrons” emplacaram um contra-ataque e após cruzamento na área, Almahdi Ali desviou de cabeça, no canto esquerdo, para “milagre” do goleiro uzbeque, se redimindo da falha no primeiro gol.

Al Haydos abriu o placar da partida |Foto: Divulgação / Instagram @qfa

O segundo tempo de jogo começou com o Uzbequistão no ataque, buscando o empate e dominando as ações, mostrando os méritos que fizeram com que chegassem tão longe no torneio.

No primeiro lance de perigo, Barsham fez bela defesa, nas outras chegadas, o ataque levou perigo, mas as finalizações foram fora do gol.

Aos 14 minutos, a equipe uzbeque chegou pela quarta vez, em jogada criada no meio, a bola foi tocada para Urunov, que recebeu girando e tocou para o artilheiro Khamrobekov, que bateu de fora da área, para fazer um golaço, 1×1.

Após o gol dos “lobos brancos” o jogo seguiu sem emoções, até que nos acréscimos, em cobrança de escanteio ensaiada, o Catar ficou próximo de garantir a vitória, quando Afif recebeu dentro da área e bateu colocado, a bola passou rente a junção da trave de Yusupov.

No tempo extra, ambas equipes tiveram chances de fazer o gol que garantiria a classificação, o Catar, parou no travessão e em finalização na rede pelo lado de fora, já o Uzbequistão, parou em bela defesa de Barsham, o heroi do jogo.

Jogadores comemoram com o goleiro Barsham, responsável pela classificação às semis |Foto: Divulgação / Instagram @qfa

Na decisão de pênaltis, o Uzbequistão começou na frente, com gol de Shukurov, o Catar empatou com seu craque, Afif

Na sequência, começou o show do goleiro catari, que defendeu a cobrança de Ashurmatov, os companheiros não ajudaram, perdendo dois pênaltis em sequência, com um deles sendo defendido pelo goleiro uzbeque, Yusupov.

Para garantir a classificação de sua equipe, que estava em desvantagem, Barsham mostrou grande técnica e defendeu mais duas cobranças, com o resultado ficando em um apertado 3×2.

Catar x Irã entram em campo pela semifinal da Copa da Ásia na terça-feira, 7 de fevereiro, ás 12:00 com trasmissão dos canais ESPN e do StarPlus, o vencedor disputa o título contra quem passar do confronto entre Coreia do Sul x Jordânia.

E aí? Quem vai chegar na grande final?

Você já segue a gente nas redes sociais? Siga o @portalasiaon no InstagramTwitterTikTok e Facebook e fique ligado nas nossas atualizações!

Fontes: (1)  |Foto de Capa: Divulgação / X @JFA

Veja também!